Poema furtado


(Gostou? escrevi também um Poema para você)…
Estes versos que escrevi não são meus,
Foram por mim atrevidamente furtados,
Nos momentos em que você observava a lua,
Enquanto riscava com os pés a areia da praia,
Deixando se levar pelo barulho das ondas.

Sem que percebesse sequestrava cada instante,
Traduzindo em palavras os gestos ensaiados,
Esculpindo em versos os movimentos desacelerados,
Desenhando em frases os sorrisos despreocupados,
Criptografando os olhares para só a mim serem revelados.

Mesmo sabendo que pela lua serei denunciado,
Não me importarei de ser interrogado,
Nem mesmo me preocuparei se for condenado,
Só não quero saber de ser posto em liberdade,
Do contrário pelo mesmo crime serei condenado.

(GeraldoCunha/2018)

Anúncios

5 comentários sobre “Poema furtado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s