Novela da Vida Real – uma ficção continua…

CAPÍTULO 5

Estavam apaixonados e havia chegado o ponto de descida. A biblioteca era bem próxima, poucos passos a distanciava do ponto do ônibus, além de uma livraria que sempre chamava a atenção pela sua vitrine. Naquele dia estava bastante colorida e diversificada, caixas de lápis de colorir, cadernos com capas divertidas, objetos de decoração charmosos. Mas o tempo corria e o objetivo era chegar à biblioteca transpondo as barreiras impostas pelo mercado de consumo. Cumprimentaram a bibliotecária, sempre educada mas de cara amarrada, talvez por ainda não ter se apaixonado ou já ter vivido uma grande decepção, foram para a mesa coletiva, com várias cadeiras dispostas, mas duas sempre eram as escolhidas, uma de frente para a outra, próximas das tomadas e onde o sinal de internet era mais potente, sentaram-se e não se olharam. Muitas lições para fazer naquele dia, matérias que precisavam ser revisadas, um livro que tinha de ser concluído, pesquisas para a escola, mas para tudo tinha seu tempo, antes tinham que se conectar, o que fizeram quase ao mesmo tempo, diferença de alguns segundos apenas, que pareciam eternos. Novamente se encontraram e agora com a certeza de que sempre estariam juntos. Falaram sobre as tarefas daquela manhã e da dificuldade em aprender algumas matérias, mas se ajudaram e, dizendo-se cansados, fizeram uma pausa. Havia tempo para uma conversa mais descontraída, antes de retomarem os estudos, mas não muito, pois a hora do almoço se aproximava. Ficaram de se falar na hora da refeição e voltaram aos estudos. Não estavam com fome naquele dia, mas tinham um encontro no restaurante e não podiam faltar, estavam apaixonados e iriam se conectar.

CAPÍTULO 6

Estavam apaixonados e iriam se conectar…

Tempo: T01 : Efinal – Observava

Há muito eu te observava.
Só não percebia que você também me observava.
Passamos todo esse tempo só observando.
Só não observamos que o tempo passou.
Seguimos caminhos paralelos nos observando.
Apenas o olhar observador se encontrava.
Distraídos a observar não percebemos que só distanciávamos.
Observamos atentos cada movimento.
Só não observamos que o tempo passou.
(Gcc/2017)

Faz algum sentido?

Novela da Vida Real – uma ficção continua…

 … Estavam conectados e apaixonados.
CAPÍTULO 4

Estavam conectados e apaixonados. O coletivo chegou, neste dia não teve atraso, precisaram correr. Educadamente subiram no ônibus já lotado. Os únicos lugares, um de frente um para o outro. Sentaram-se olhando para o nada, aproveitaram que o plano de franquia dos celulares tinha acabado de ser renovado e retomaram o encontro. Terminaram um dos assuntos começado no café e emendaram a outro, o tempo era curto, até o Centro não demoraria mais que quinze minutos. Cada minuto estava sendo muito bem aproveitado, nem percebiam que as pessoas que esbarravam ao descer do ônibus lotado, afoitas para chegarem rápido ao trabalho ou pegar o metrô talvez. A cada ponto desciam algumas e outras tantas, afobadas, entravam, procurando assento, mas aqueles dois lugares, de frente um para o outro, estavam ocupados por dois estranhos, ligados ao mundo apenas por seus celulares. Com fones de ouvido, discutiram sobre as músicas que estavam ouvindo naquele momento, tinham muito em comum, gostavam do mesmo estilo musical, mas a música que ouviam não era a mesma, não podia haver tanta coincidência. Trocaram ideia sobre os cantores e bandas, nem todos eram do apreço de ambos, mas se respeitaram, pacientemente defenderam seu ponto de vista e, a contragosto, concordaram, pois estavam apaixonados e havia chegado o ponto de descida.

CAPÍTULO 5

Estavam apaixonados e havia chegado o ponto de descida….

NÃO ENTENDO! Solitário entre amigos

Permitimos prestar atenção, ouvir e ler algumas pessoas que não conhecemos ou que estão tão distantes de nós. Divulgamos e compartilhamos suas mensagens, como se fossem verdades absolutas naquele momento, demonstrando uma certa afetividade ou intimidade com o interlocutor estranho.Porém, somos incapazes de valorizar aqueles que estão próximos e falando ou escrevendo sobre os mesmos sentimentos e sensações. 
Por qual razão não valorizar também quem está próximo? 
 De minha parte, não sei! não tenho resposta! não entendo! 
Só sei que continuarei falando e escrevendo até ser percebido por aqueles que estão próximos ou até que eles se tornem estranhos e passem a prestar atenção no que falo e escrevo. 
(Gcc/2017)

!Equilíbrio!

! Há o equilíbrio…
                              …Caminho pela CORDA bamba
                              …BRAÇOS abertos a plainar
                              …Atenção no HORIZONTE
! Há o equilíbrio…
                               …VENTO a soprar
                               …O medo a SUPERAR
                               …A CONQUISTA ao chegar
! Há o equilíbrio…!
(Gcc/2017v)

Há tempo de …


(Gostou? veja também: Escuto o tempo)
HÁ TEMPO DE …

Ouvir
Ignorar
Calar
Gritar
Conformar
Não aceitar
Pensar
Se achar
Fugir
Seguir
Recuar

(GeraldoCunha/2018)

Novela da Vida Real – uma ficção continua….

As únicas certezas naquela noite era que se conheceram na internet e estavam apaixonados.
CAPÍTULO 3

As únicas certezas naquela noite era que se conheceram na internet e estavam apaixonados. E a manhã trouxe apenas a confirmação daquela paixão inesperada. Escolheram iniciar a conversa no café da manhã, pois naquela padaria parecia não ter ninguém mais interessante. Chegaram quase ao mesmo tempo, escolheram seus lugares de sempre, duas banquetas dispostas pelo balcão, se procuraram, na rede. Apreensivos, pensaram que tudo tinha sido uma ilusão é que naquela manhã já nem se lembravam da conversa da noite anterior. Mas não foi o que aconteceu. Tinha sido tão bom que valia o risco da confirmação de uma desilusão, afinal foram tantas ao longo da vida. Bastou um toque e estavam conectados, nem perceberam as xícaras aquecidas colocadas sobre a mesa, dois pingados, um com mais leite e o outro menos café, não podia faltar o pão na chapa. O tempo era curto, a conversa tinha de ser rápida, pois não podiam perder o coletivo, este não esperava os apaixonados. Escolheram como temas a saudade que ficou da conversa que tiveram, o medo de nunca mais se falarem e a esperança renascida. O tempo passou e as xícaras ainda estavam cheias, mas era preciso partir. Tomaram o pingado num gole, pagaram e saíram apressados. Não tiveram tempo de marcar novo encontro, mas já não era importante. Estavam conectados e apaixonados.

CAPÍTULO 4

Estavam conectados e apaixonados…

O Caminho a Companhia

Divagação 50

Há desejos que alimentados viram obsessão, outros simplesmente morrem.
O importante é acertar na dose.


(GeraldoCunha/2017)

Sintonia

                  Faça tudo o que tem vontade.
Expresse sem esperar o retorno.
                 Não se importe com os outros.
Vão compreender ou não.
                Cada um tem seu momento.
Não ser compreendido significa que estão em tempos diferentes.
               Quando for o momento, e se o for, haverá o encontro, a sintonia.
                                                 (Gcc/2017v)