Categorias
Poesia

Oficina do sonho

Ontem expectativa.
Desejos e promessas.
Planos desengavetados.
Lápis apontados.
Rascunhos rasurados.
Papéis embolados.
Projetos idealizados.
Lágrimas enxugadas.
Lenços descartados.
Descanso conquistado.

Hoje concretude.
Percursos traçados.
Metas estabelecidas.
Projetos iniciados.
Muitos adiantados.
Outros postergados.
Alguns atropelados.
Quantos frustrados.
Derrotas sentidas.
Vitórias aplaudidas.

Amanhã memória.
Balanço contabilizado.
Os concluídos.
A serem compartilhados.
Os engavetados.
A serem vasculhados.
Os arquivados.
A serem revisados.
Os descartados.
A serem esquecidos.
(GeraldoCunha/2018)

Por Divagações.GeraldoCunha

Escrevo. A escrita me liberta. Sei que serei lido, por alguns ou por muitos, ainda que não seja compreendido por todos, mas isso não é o mais importante. Ao escrever deposito nas letras minhas alegrias, tristezas e me liberto dos sentimentos que povoam minha mente, dando espaço para outros ocuparem esse lugar. Assim vou vivendo. Às vezes escravo de meus pensamentos, às vezes liberto.

7 respostas em “Oficina do sonho”

Peço desculpa por não comentar mais, mas a falta de tempo e serenidade para devidamente comentar é muita, não gosto de dizer, gostei, ou lindo… Isso de nada vale… Gosto de sentir o poema, e parabéns pelo teu trabalho é excelente!

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s