Café da manhã


(@divagacoesgcc.geraldocunha – mais um canal de interação)

Derrame a xícara com fel na pia
E nos sirva um café coado na hora
Ponha uma colher de mel para adoçar
Duas gotas de chocolate para meu bem estar
Sente ao meu lado e vamos degustar
A manhã que se inicia
A notícia que não é novidade
Que o amargor escorra pelo ralo
E os aromas nos envolvam as narinas
E que o dia comece assim
Sem mágoas
Sem rancores
Só amores
Uma tela em branco
Pronta para ser pintada

(GeraldoCunha/2019)

Anúncios

Carinho

Também no instagram @divagacoesgcc.geraldocunha
…segunda parte poema (com)sequência.

Eu preciso dos seus carinhos
E não me fale que é carência
É um tanto amor, um tanto a falta

Eu sinto falta dos teus beijos
É que a boca está seca
Sedenta dos teus prazeres

Eu necessito do teu afago
É quando me afogo e gosto
Mergulho na maciez do toque

Eu sinto falta dos teus cheiros
Que entram pelas narinas
Aquecendo e me fazendo delirar

(GeraldoCunha/2019)

Carência


Estou também no Instagram: @divagacoesgcc.geraldocunha

…poema (com)sequência…

Não confunda carinho com carência.
Se te agarro e abraço
Não é para prender.
É para acolher
E me aquecer.
As noites são frias!
Se quero sempre estar
Não é para te vigiar
É para alegrar minha noite
E para saber do seu dia,
Gosto de preencher os vazios!
Pode ser mesmo carência,
Mas prefiro pensar que é carinho.

(GeraldoCunha/2019)

Eu vim aqui para confundir (Poema Curto)


estou também no Instagram @divagacoesgcc.geraldocunha

Eu não vim aqui para explicar,
Se parece que estou fazendo tudo igual…
Não se engane!
O meu igual é sempre diferente.
Não se assuste!
O bom é subverter a ordem,
Parecendo ser óbvio,
Mas não ser.
Cuidado!
As palavras mudam de lugar,
Mas o seu significado não!
Eu vim aqui para confundir.

*inspiração Chacrinha

(GeraldoCunha/2019)