Categorias
Agradecimento amor Arte Elos Experimentações ilustração Pensamentos Poema Poema Curto Poesia psicologia Reeditados Saudade Série Sem indiretas Sentimentos surtados Tempo

Série especial- retrospectiva divagações & pensamentos

Categorias
Agradecimento amor Arte cotidiano Crônicas desenho Divagação Elos Emojis Experimentações Felicidade fotografia Haikai ilustração improváveis - livro de poemas Improviso Natureza Não se preocupe... Oração paixão Pensamentos Poema Poema Curto Poema Virginiano Poesia poesia concreta Politicando prosa psicologia Reeditados Sarcasmo e humor Saudade Série Sem indiretas Sentimentos surtados Tempo Vale a pena publicar de novo

Improváveis – Livro de poemas (GeraldoCunha)

Uma ótima leitura para começar o ano de 2022

Poesia leve, falando sobre o cotidiano, sentimentos, vivências.

Aquisição https://editorialcasa.com.br/produto/improvaveis-livro-de-poemas/

Venham compartilhar desta experiência comigo.

Pode ser adquirido também pela Amazon e em loja física na Martins Fontes Paulista.

Ou caso prefira…mande um direct pelo Instagram @divagacoes.geraldocunha (aqui com possibilidade de ir autografado)

GeraldoCunha/2021

Categorias
amor Arte desenho ilustração Poema Poema Curto Poesia Série Sem indiretas surtados

Série improváveis (moral da história)

Uma ilustração perfeita é só mais uma ilustração.
Uma ilustração com as imperfeições, da exclusividade dos traços trêmulos da emoção do momento, tem uma história para se contar.

TextoEarte

GeraldoCunha (2021)

Categorias
amor Improviso Pensamentos Poesia Sem indiretas Sentimentos

Série enigmático

Categorias
Improviso Poesia Politicando Sarcasmo e humor Sem indiretas

Série enigmático

Categorias
Improviso Poesia Politicando Sarcasmo e humor Sem indiretas

Série enigmático

Categorias
Improviso Pensamentos Poesia Politicando Sarcasmo e humor Sem indiretas

Série enigmático

Categorias
Improviso Pensamentos Poesia Politicando Sarcasmo e humor Sem indiretas

Série Enigmático

Categorias
Pensamentos Poesia Série Sem indiretas

Série poesia concreta – CRUEL

Categorias
Improviso Pensamentos Poema Poesia Série Sem indiretas Sentimentos

Série títulos- O diabo de cada dia

Tudo que sai daquela boca
Seria cômico,
Não fosse destruidor.
E os que riem?
São os fantoches.
E os que aplaudem?
São as marionetes.
Fanatismos,
Odeio esta palavra,
Tanto quando desprezo o ódio,
Faz da língua arma,
Cegos os olhos blindados,
Pergunto se a morte dos sonhos é assim.

Categorias
Arte Divagação Experimentações Felicidade Improviso paixão Pensamentos Poema Poesia Sem indiretas Sentimentos

Sem título


Estive escondido pela vida,
Que quando ressurgi assustei
Aos outros,
A mim.
Quando olhei para trás
E a porta se fechou,
Não tinha como voltar,
Como me esconder.
E já não era o que eu queria.
A cada passo uma luz se acende,
Tremula,
Pisca fraca e vai se fortalecendo.
Sigo, desafiando os que dizem:
– não pode!
– não é capaz!

(Sempre quis fazer um poema sem
Título)

GeraldoCunha

Categorias
Sem indiretas

SEM INDIRETAS – 13

Categorias
Sarcasmo e humor Sem indiretas

SEM INDIRETAS – 12

Categorias
Sem indiretas

SEM INDIRETAS

Categorias
Sem indiretas

Sem Indiretas

Categorias
Sem indiretas

Sem Indiretas

Categorias
Sem indiretas

SEM INDIRETAS

Categorias
Sem indiretas

SEM INDIRETAS

Categorias
Sem indiretas

SEM INDIRETAS

Categorias
Sem indiretas

SEM INDIRETAS