Série surtados – provocação

Série poesia concreta- Luminous

Série experimentações – telefone sem fio

⁃ Alô.. alô… Alôóóoo!

⁃ Alguém na linha?

⁃ Ninguém responde… não funcionou… latinha está amassada.

⁃ Deve ser então. Estica o fio, ajuda.

[espera …ruídos]

⁃ Oi! Oiiii!

⁃ Está baixo… o som!

⁃ Aloha! É isto!

⁃ Acho que é do Havaí.

⁃ É telefone sem fio bobinho! Não viaja… Não chega tão longe! Responde … vai.

⁃ Saudações estrangeiro! [espera] Não responde!

⁃ tenta de novo… vai… agora mais devagar!

⁃ Tá bom! Chega pra lá…

⁃ S. A. U. D. A. Ç. Õ. E. S. E. S. T. R. A. N. G. E. I. R. O.

[ ruídos]

⁃ estou ouvindo… estou ouvindo … funciona!

⁃ O que disse de lá?

⁃ Acho que foi salada de carangueijo.

⁃ O quê?

⁃ Salada de caranguejo, tenho certeza! O pai catou caranguejo… eu vi!

⁃ Será que é tudo que tem no almoço? Estou com fome!

⁃ Pergunta de novo!

⁃ Alô… alô…[estica o fio]

⁃ Maria está chamando para comer salada de caranguejo?

[espera]

⁃ Fala “câmbio” …fala!

⁃ espera… câmbio … eu entendi.

⁃ O que mais disse?

⁃ Não entendi bem é estrangeiro lembra?

⁃ Não é … é o Mathias!

⁃ Ele disse – Maria está subindo no pé de coqueiro!

[barulho de lata no chão]

⁃ zenildo… zenildo!!!! Volta …

⁃ Vem logo Ricardo, o Mathias e a Soninha devem ter ido para o coqueiral.

⁃ Não … eles estão no estrangeiro Zenildo. Lembra? Havaí.

⁃ Alô… alô … [silêncio]

⁃ Que chato Soninha … Maria sempre estraga o almoço e a brincadeira.

(GeraldoCunha/2021

Série poesia concreta – desamargo