4 anos de blog – agradecimento

Vai passar

Ainda não passou,
Mas gostaria de me antecipar
Para agradecer
A todos que estiveram comigo nos últimos meses:
Aqui, dialogando através de curtidas, comentários, trocas generosas que afastaram o frio do solitário.
Na vida, mantendo contato, escondendo suas angústias, disfarçando suas tristezas e preocupações, para confortar no distante dos braços.
É um momento de ressignificação, mas também de necessária compreensão.
Entendimento de que não somos perfeitos nas relações, nas amizades.
Somos humanos e algumas de nossas imperfeições são o nosso melhor,
Então não são imperfeições,
São apenas traços que nos diferenciam.
E está tudo certo!

… obrigado a todos de ❤️

(GeraldoCunha/2020)

Entrelinhas


É o que não foi dito
Entre o começo até o ponto final
Reticências
Frases que evaporaram
Secaram a tinta antes da impressão
Branco, branco, branco
Borrado pensamento

É o silêncio interpretado
Não compreendido
Não compreendido
Interjeição
Que precisa ser explicado
Precisa ser explicado
Interrogação
Entremeio de ausência
Espaço de alucinações

É o espaço do aposto
Em branco
Entre vírgulas
O vazio
E não se entende nada
Não se pede explanação
Fica o não dito pelo dito

É todo o pensar contido
Interrompido
O silêncio das palavras
Um livro de entrelinhas
Entre as linhas o nada
E tantos intérpretes
Sem exclamação

(GeraldoCunha/2020)