Série poema curto – Abraços


Já não tinha os abraços,
Então não me faltaram.
Permaneço de braços abertos,
Para o tempo certo,
Que o momento agora é de espera.
(GeraldoCunha/2020)