Poema insano


As letras
Escapando
Entre
Os
Dedos.
Uma mancha no papel.
Papel carbono, quem lembra?
Ainda vendem?
As digitais estão espalhadas e ninguém percebe.
Os dedos
Presos
Entre
As teclas.
Mas eu não tenho máquina de escrever.
Foi vendida para pagar a conta de luz.
As letras
Presas
Entre
Os
Dedos.
Continuo no escuro!

(GeraldoCunha/2020)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s