Série experimentações: Coisas que compõem o corpo


O dedão do pé;
A quina da cama;
A unha encravada que doí;
A tatuagem que não fiz;
Ronco;
O peito que bate acelerado;
A vertigem;
A saliva escorrida entre os lábios;
A noite que abandona o sono:
O pensamento!
Não sai pela boca e atordoa.
O peso;
O preço pelo doce que não ficou na vitrine;
Os olhos famintos;
Os cheiros que atravessam a narina;
Engasgo com farelo de pão;
As dores todas;
A insistência em olhar no espelho;
A persistência em esconder os cabelos brancos;
As rugas que sulcam a face;
Os passos…

(GeraldoCunha/2020)

Texto produzindo para a oficina de escrita: O verbete, a lista, o manual”, março/2020.
Novas formas de poetizar

5 comentários sobre “Série experimentações: Coisas que compõem o corpo

  1. Seus poemas preciso ler em voz alta… Minha perguntou: falando sozinho pai? Respondi: não filha. Poetizando com um amigo poeta… Ela, então me olhou e disse: eu também faço isso, só que com minha amiga de youtube…Sinais da quarentena…

    Curtido por 1 pessoa

    • Gostei! Este poema é identificado como “lista” na oficina de escrita que participo, algo bem interessante pois permite ir do concreto ao abstrato sem amarras, provocante este agradável incômodo literário. Às vezes faço isto às vezes (leio em voz alta pois não decoro nada que escrevo rsrs) mas não sei declamar, a voz não acompanha o pensamento! Gosto quando declamam, pois é quando mais percebo se fui ou não compreendido ou se o que escrevi trouxe outra significação (o que acho muito interessante e instigante também). Grato!!!!! Abraço!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s