Humana poética


A poesia
é o encontro com o Eu mais humano
A Minha direção
na realidade crua que cega
O norte
para os Meus anseios mais loucos
O porto seguro
dos Meus devaneios

O Meu corpo
é poesia exalada pelos poros
O íntimo
extrapolado das Minhas feições
O humano incondicional
que Me habita
O extravasar
das Minhas entranhas

(GeraldoCunha/2019)