Série Poema Curto: Mordaça

Os ouvidos estão surdos
Para as palavras que clamam!
A boca só, murmura silêncio.
Arrancaram-me a língua!
Amordaçaram minha voz!

(GeraldoCunha/2019)

8 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s