Melancolia

Estou triste!
Minha tristeza não se traduz em palavras.
As que surgem logo derretem
Em lágrimas se põem a afogar!

As mãos trêmulas,
Rasuram frases no ar.
Não caibo neste lugar!

Estou triste!
Quero fugir de mim mesmo e não voltar.
Não quero me ver estar
Invejo os mortos!

A alegria outrora,
De agora não me alcança.
Preciso respirar!

Estou triste!
Não há abraço que me conforte.
Se o tenho me sinto sufocar
Vago no profundo!

Os passos seguem ermos,
Cego em meu corpo exílio.
Melancólico me ponho a rezar!

(GeraldoCunha/2019)

Anúncios