Não sigo padrão


(em julho de 2016 eu escrevi Todo sentimento)///…
Eu não sigo o padrão!
Tenho marcas no rosto que não esforço em esconder.
São fissuras da minha vida contadas na pele.

Eu não sei o que é padrão!
Tenho curvas que se mostram sem incomodar.
São acúmulos dos gostos e prazeres desfrutados.

Eu não me encaixo no padrão!
Tenho traços que me diferenciam mesmo querendo ser igual.
São registros que definem quem sou.

(GeraldoCunha/2018)