Deita no meu abraço


(em julho de 2016 veio a ideia do blog a partir deste poema O PARA SEMPRE, entre outros engavetados)///…
Deita aqui comigo
Ouça a música que toca
Absorva a emoção
Vamos chorar juntos
Esquecidos sob lençóis
Não falaremos nada
A canção falará por nós
Os olhares nos traduzirão

Deita no meu abraço
Ouça a música que toca
E fique não querendo ir
Aquecidos ao calor dos corpos
Enlaçados por amor
Não enxuguaremos as lágrimas
Que umedecem nosso sorriso
À espera da próxima canção

Deita os pés sobre os meus
Ouça a música que toca
E não queira fugir dos versos
Encantando os ouvidos
Hipnotizando os sentidos
Invadindo nossos sonhos
Descrevendo nosso amor
Como se não houvesse mais

(GeraldoCunha/2018)

Anúncios