A visita


(gostou? veja mais em O para sempre!)///.
Seja visita constante em meus sonhos
Desenhando os contornos da madrugada
Para que eu implore pelo pôr-do-sol
Para que eu brigue com a insônia
Para que eu não queira o nascer do dia
Que inevitável venha carregado dessa nostalgia

(GeraldoCunha/2018)