Categorias
Poesia

Sempre em ti


(Gostou? veja também Zero hora)///.
O tom da voz
Sussurrando silêncio
Envolve-me
Encanta-me
Seduz-me

O cheiro que exala
Do sem perfume
Enlaça-me
Confunde-me
Penetra-me
Estou em ti

O sabor da pele
Sentida ao toque
Alimenta-me
Completa-me
Aquece-me
Mergulho em ti

O brilho dos olhos
Que se querem abertos
Ruboriza-me
Hipnotiza-me
Percorre-me
Sempre em ti

(GeraldoCunha/2018)

Por Divagações.GeraldoCunha

Escrevo. A escrita me liberta. Sei que serei lido, por alguns ou por muitos, ainda que não seja compreendido por todos, mas isso não é o mais importante. Ao escrever deposito nas letras minhas alegrias, tristezas e me liberto dos sentimentos que povoam minha mente, dando espaço para outros ocuparem esse lugar. Assim vou vivendo. Às vezes escravo de meus pensamentos, às vezes liberto.

11 respostas em “Sempre em ti”

Senti necessidade de me expressar e “pensei em ti”… Não num alguém preciso, apenas um alguém que escutasse através da palavra escrita. Alguém tão insano quanto eu, alguém que ouse também em sair da caixa formatada, entediante e mofada a que chamam o nosso lugar. Alguém que se atreva a vivenciar o seu eu, sem medo de julgamentos fúteis que a contemporaneidade teima em exercitar. Não haverá por detrás de cada máscara, a vontade de a prescindir?

Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s