Ser poeta


(Gostou? veja também Escrever liberta)…
É conversar com a própria alma
E ter outras almas como ouvintes
É expurgos de sentimentos

É apaixonar-se todas as noites
E desapaixonar-se pelas manhãs
É tornar isto uma rotina

É enxergar beleza onde há dor
E com palavras tentar confortar
É transformar sofrimento em amor

É fazer da realidade um sonho
E ao mesmo tempo criticar e emocionar
É dar foco no que poderia ser o óbvio

É compartilhar solidão
E ter tantos solitários como companhia
É não estar só mesmo solitário

É mais confundir que explicar
E isto fazer todo o sentido
É provocar para ser atiçado

(GeraldoCunha/2018)