Cadê meu analista? – reeditado


(Gostou? veja também: Não entendo!…)
Quero falar,
Não quero ser confrontado.
Quero ser ouvido,
Não quero ser subestimado.
Quero ser compreendido,
Não quero ser julgado.
Quero ser instigado,
Não quero ser convencido.
Quero ser motivado,
Não quero ser empurrado.
Quero ser acalmado,
Não quero ser dopado.
Quero ser acalentado,
Não quero ser protegido.
Quero ser percebido,
Não quero ser suportado.
Quero o tempo que necessito,
Não quero hora marcada.
(GeraldoCunha/março2017)