Lembranças


(Gostou? veja também: O para sempre se foi)…
Guardo lembranças.
Fotografia desgastada pelo tempo.
Disco de música arranhado.
Fita cassete estragada.
Rosa esquecida no livro.
Livro que foi lido pela metade.
Outro que nunca foi lido.

Coleciono lembranças.
Embalagem de sonho de valsa.
Papel de presente amassado.
Moeda sem nenhum valor.
Calendário de bolso.
Caixa de música sem manivela.
Pinguim de geladeira.

Escondo lembranças.
Baú de saudades empoeirado.
Cofre com segredo esquecido.
Chave que não abre porta alguma.
Diário com as páginas coladas.
Cicatriz disfarçada com tatuagem.
Memória que não se quer revelada.
(GeraldoCunha/2018)

Oficina do sonho

Ontem expectativa.
Desejos e promessas.
Planos desengavetados.
Lápis apontados.
Rascunhos rasurados.
Papéis embolados.
Projetos idealizados.
Lágrimas enxugadas.
Lenços descartados.
Descanso conquistado.

Hoje concretude.
Percursos traçados.
Metas estabelecidas.
Projetos iniciados.
Muitos adiantados.
Outros postergados.
Alguns atropelados.
Quantos frustrados.
Derrotas sentidas.
Vitórias aplaudidas.

Amanhã memória.
Balanço contabilizado.
Os concluídos.
A serem compartilhados.
Os engavetados.
A serem vasculhados.
Os arquivados.
A serem revisados.
Os descartados.
A serem esquecidos.
(GeraldoCunha/2018)