Divagação 63

Amor que não é cuidado aos poucos, aos poucos vira mágoa, aos muito vai sumindo, aos muito morre.


(GeraldoCunha/2017)