Escrever liberta (reeditado)


Escrever liberta

Não sou escritor, mas escrevo.
A escrita me liberta.
Não sei se serei lido, compreendido, amado ou ignorado.
Ao escrever deposito nas letras minhas alegrias,
tristezas e me liberto dos sentimentos que povoam minha mente,
dando espaço para outros ocuparem esse lugar.
Assim vou vivendo.
Às vezes escravo de meus pensamentos, às vezes liberto.