Divagação 55

Prefiro a solidão da escrita que o vazio das palavras faladas.
(GeraldoCunha/2017)