O tempo: T1:E04 – Tudo está parado


É o tempo que pede descanso, já correu demais
Está cansado, mas não pode envelhecer
É o tempo que pede arrego, já se irritou demais
Está cansado, mas não pode repousar
É o tempo que pede trégua, já brigou demais
Está cansado, mas não pode apaziguar
Tudo está parado
É o tempo querendo respirar, para continuar
(GeraldoCunha/2016)

Superação


Aventurar-se no novo,
tentar romper obstáculos que pareciam intransponíveis.
Cada dia abre-se a esta possibilidade.

O medo do novo se mistura com a ansiedade de superar traumas,
até mesmo aqueles desconhecidos ou esquecidos em um canto da memória.

Ao mesmo tempo que apavora esta aventura,
este misto de medo e ansiedade
se transforma em energia para cada tarefa que se propõe seja feita.

Vendo por esta perspectiva,
no monótono dos dias,
sempre há espaço para reparar erros,
corrigir deficiências e aprender algo novo.
(GeraldoCunha/2016)