Paisagem Pedra do Sabiá

A vida é simples!
É preciso apenas ser, estar e fazer acontecer.
Simples no olhar, no falar, no sentir, para seduzir ou ser seduzido.
Como que com pinças, retire da sua paisagem o que não for simples ou estiver destoando,
Realoque outras que estão no lugar errado.
Esqueça o que foi descartado e olhe outra vez.
Nessa simplicidade se traduz a vida e as relações.
Energias que se atraem!
Esta é a química das relações que compõem o sopro da vida,
Proporcionando encontros e desencontros.
A falta dessa sintonia é a razão de estarmos no mesmo espaço e tempo, mesmo assim, tão distantes.
Não estamos na mesma paisagem, apesar de o contrário parecer aos olhos.
Vendo você ou você me percebendo, criamos a mesma paisagem,
Estaremos em sintonia e poderemos escrever uma nova história.

(escrito em 02/01/2016 – Paisagem Pedra do Sabiá)
(GeraldoCunha/2016)

Outro que não Eu

Chega a noite, bate a solidão
Mais uma vez só
Não há com quem falar verdades
Não há ninguém que possa acolher
Não há quem possa compreender
Só, mais do que nunca só
Não há planos para amanhã
Amanhã é só mais um dia que recomeça
Amanhã são só encontros casuais com pessoas que não importam
Amanhã é só rotina, sem surpresa, sem esperança
Amanhã é mais um dia e nada mais
(Gcc/2016)

Divagação 9

Ninguém precisa gostar sempre, mas também não precisa odiar sempre.
Mas todos precisam respeitar sempre.
É regra de conduta.


(GeraldoCunha/2016

Felicidade

Vou ali no mercadinho comprar felicidade e estou levando como moeda de troca meu sorriso.
(GeraldoCunha/2016)

Quero

Quero sair da zona de desconforto,
Quero sair da zona de conforto,
Quero sair apenas,
Quero apenas,
Quero.
(GeraldoCunha/2016)

Divagação 8

Andando pelas ruas, observando, todos estão voltados para si mesmos.
Vamos olhar para os lados?
É que Narciso acha feio o que não é espelho (ref Caetano – Sampa)


(GeraldoCunha/2016)